Itinerário Resumido  

dificuldade 3

  • 1° dia - Chegada a Chamonix
  • 2° dia - Dia livre em Chamonix
  • 3° dia - Inicio do trekking: Chamonix - Les Houches
  • 4° dia - Les Houches - Les Contamines
  • 5° dia - Les Contamines - Chapieux
  • 6° dia - Chapieux - Refugio Elisabeta
  • 7° dia - Refugio Elisabeta - Courmayer
  • 8° dia - Dia livre em Courmayer (descanso)
  • 9° dia - Courmayer - Lavachey
  • 10° dia - Lavachey - La Fouly
  • 11° dia - La Fouly - Champex
  • 12° dia - Champex - Trient
  • 13° dia - Tirent - Argentière
  • 14° dia - Argentière - Chamonix
  • 15° dia - Voo internacional            

Itinerário Detalhado

1° Dia Chegada em Chamonix (França)

Localizado nos Alpes franceses, Chamonix oferece uma verdadeira experiência de montanha com caminhadas impressionantes, cultura antiga e, claro, paisagens inesquecíveis. Elevando-se acima de Chamonix o Mont-Blanc alcança 4810m. Uma vista impressionante! Hospedagem em hotel 3* 

2° Dia - Chamonix (França)

Pela manhã o guia da expedição fará uma verificação nos equipamentos do grupo e uma reunião para falar sobre os dias de trekking. Teremos a tarde livre para compra de equipamentos, se necessário. Recomendamos também o passeio de teleférico até a Agulha de Midi (opcional), conjunto impressionantes de torres de rocha e um lugar espetacular para visualizar o Mont Blanc. Hospedagem hotel 3* (café da manhã)

3° Dia - Chamonix - Les Houches (França 19 km - 5 h )

Neste dia começaremos nosso trekking em direção a Les Houches, uma simpática vila francesa com alguns restaurantes e pequenas lojas. Les Rouches oferece vistas impressionantes do maciço do Mont Blanc. Durante o dia acompanharemos o vale de Chamonix com encostas arborizadas e já poderemos sentir a exuberância dos dias que estão por vir. Hospedagem em hotel 2* (café da manhã e jantar)

4° Dia - Les Houches - Les Contamines (França 16 km - 5:30 horas)

Nosso ponto culminante neste dia será o Col de Voza à 1653 metros de altitude, pouco antes de chegar ao Col de la Voza, uma fileira de agulhas que guarda o Mont Blanc e se oferecem para uma bela vista. O Dôme du Goûter e Aiguilles de Bionnassay dominam as vistas sobre o lado sul do Col, com a impressionante geleira Bionnassay se derramando entre eles, enquanto que a partir da vila de Le Champel todo o Val Montjoie é visto à frente com um pouco do Col du Bonhomme na sua extremidade sul. Hospedagem em hotel 2* (café da manhã e jantar)

5° Dia - Les Contamines -Les Chapieux (França 18km - 7h15 )

Ao pé do Mont Blanc descubra uma vila bastante diferente de qualquer outra: tradição e autenticidade. Por tradição queremos dizer verdadeiros valores alpinos, o respeito da arquitetura local e o ambiente circundante. Por autêntico queremos dizer construções tradicionais feitos de madeira, pedra e ardósia.
Neste trecho, o TMB (Tour du Mont Blanc) vai direto para o topo de Val Montjoie e cruza para o Vale das Geleiras pelo Col du Bonhomme, ponto culminante do dia com 2483 m. Podemos ter um pouco de neve entre os dois cols. No final deste dia chegaremos a Les Chapieux, onde encontraremos uma atmosfera relaxante em uma pequena cidade no Vallée des Glaciers. Hospedagem em gite (café da manhã e jantar)

6° Dia - Les Chapieux - Refugio Elisabetta (França/Itália 15 km - 5 h)

Hoje entraremos na Itália em direção ao tradicional Refugio Elisabetta
Nesta fase, o TMB atravessa a França e entra na Itália pelo Col de la Seigne (2516 m), um dos cols mais fáceis do circuito, mas que também está entre os mais bonitos dada a visibilidade com a vista do Mont Blanc e da Aiguille Noire do Col de la Seigne e é deslumbrante. Vamos ter a oportunidade de dormir em um típico refugio de montanha alpino e trocar experiências com outros viajantes. Hospedagem em refúgio com quarto e banheiro coletivos (café da manhã e jantar).

7° Dia - Refugio Elisabetta - Courmayer (Itália 17 km - 6 h )

Continuamos nossa trilha pela Itália. A beleza do lado italiano do Mont Blanc é deslumbrante durante todo o ano. Situado no sopé do lado italiano do Mont Blanc, Courmayeur, Val Veny e Val Ferret são no verão muito populares com alpinistas, caminhantes e ciclistas . Natureza, flora e fauna estão intactos. Como no Val d'Aosta, a criação de vacas está muito presente e em muitos trechos rebanhos de gado e ovelhas também caminham nas pastagens de verão. O som dos sinos acompanhará a nossa estadia nestes exuberantes vales. Hospedagem em hotel 3* (café da manhã).

8° Dia - Courmayer - (Itália - dia livre)

Vamos aproveitar esta simpática vila Italiana para um merecido descanso, aproveitar os restaurantes para repor as energias e lavar roupa ! Hospedagem em hotel 3* (café da manhã).

9° Dia - Courmayer - Lavachey (Itália 12 km - 5h:30)

Este trecho promete ser um dos destaques do Tour de Mont-Blanc. A grandeza da visão das montanhas são combinados com o longo flanco de Mont de la Saxe onde um caminho fácil e ondulante pode ser trilhado com os olhos sempre voltados para a grande parede de pedra e gelo através do Val Ferret. Você também poderá ver os impressionantes e magníficos Grandes Jorasses em seu caminho. Hospedagem em gite (café da manhã e jantar)


10° Dia - Lavachey - La Fouly (Itália/Suíça 20km - 7h15)

A travessia do Grand col Ferret (2537 m) leva o TMB para a fronteira entre Itália e Suíça e ao longo da borda oriental da cordilheira do Mont Blanc. Entre os destaques desta etapa será, sem dúvida, a vista do col Ferret olhando para trás, uma visão em parte enquadrada por monstruosos contrafortes de rocha. No suíço Val Ferret, o caminho para La Fouly tem outras características para desfrutar: campos de flores e chalés com janelas cheias com gerânios e petúnias; riachos leitosos e aldeias que parecem estar intocadas por séculos passados.Hospedagem em gite (café da manhã e jantar)


11° Dia - La Fouly - Champex (Suíça 15km - 4h15)

A pequena aldeia de La Fouly, situada no Val Ferret, no canto suíço de Valais, fica ao pé do Mont Dolent (3.823m) e da Tour Noir (3.836m) no maciço do Mont Blanc.
Este é o estágio mais fácil do TMB, e com uma quantidade modesta de ganho e perda de altura o dia pode ser tomado em um ritmo vagaroso. Aqui experimentamos a natureza pastoral de um vale montanhoso suíço onde o modo de vida das comunidades agrícolas locais parece à primeira vista ter sido mal tocado pela tecnologia moderna. Hospedagem em hotel 3* (café da manhã e jantar)

12° Dia - Champex - Trient (Suíça 16 km - 5 h)

Uma cidade idílica no alto das montanhas suíças, Champex é um local ideal para escapar das pressões do mundo moderno.
Curva-se, mergulha e sobe em contornos montanhosos dentro e fora de recortes na encosta. Existem campos coberto de floresta e pastos alpinos elevados. Hoje alcançaremos o ponto mais alto de toda travessia, o Fenêtre d’Arpette (2665m), um verdadeiro passo de montanha e um ótimo lugar para desfrutar a visão súbita e extraordinária da geleira Trient superior revelada emergindo através do lado ocidental. Hospedagem em gite (café da manhã e jantar)


13° Dia - Trient - Argentiére (Suíça / França 15 km - 6 h)

Neste dia quando voltamos à França, estamos perto de cumprir completar nosso circuito.
O Col de la Forclaz marca a extensão norte do TMB, o ponto mais afastado do cume do Mont Blanc, mas este trecho leva a rota sobre a última barreira de montanha e nos devolve ao Vale de l'Arve, que flui ao pé de do Mont Blanc.
O Col de Balme, que atravessa a fronteira franco-suíça, oferece a primeira vista e a linda cúpula de neve permanece à vista durante a maior parte da descida até Tré-le-Champ. Isto é feito ao longo da crista da Aiguillette des Posettes, um caminho elevado com um panorama magnifico. Hospedagem em hotel 3* (café da manhã e jantar)


14° Dia - Argentière para Chamonix (França 20 km - 5 h)

Pitoresca vila alpina e aldeia de montanhismo, Argentière está localizado perto do começo do vale de Chamonix à cerca de 7 km da cidade. A geleira de Argentière situa-se a sudeste da vila e é ligada ao seu lado nordeste pela Aiguille du Chardonnet, Aiguille d'Argentière e Tour Noir, e ao sul-oeste pela Aiguille Verte, Les Droites e Les Courtes.
A etapa final do Tour de Mont Blanc é tão variada como qualquer uma nesta caminhada. Ela adota o aclamado Grand Balcon Sud, um dos mais belos caminhos alpinos, que corre ao longo das encostas de meia altura no lado norte do Vallée de l'Arve para fornecer um panorama quase ininterrupto do Mont Blanc .Hospedagem em hotel 3* (café da manhã)


15° Dia - Fim de nossos serviços, vôo internacional com destino ao pais de origem. Café da manhã incluso.

Ir topo